Castanha da india

O que é Castanha da Índia?
A Castanha da Índia é o fruto do castanheiro da índia (Aesculus hippocastanum), uma árvore que pode chegar até 25 metros de altura. O seu sabor é parecido com o da batata doce, o que faz o uso da castanha da índia ser fácil, se comparado a outros produtos naturais para emagrecer.

A castanha da índia já vem utilizado para o emagrecimento há muito tempo, inclusive pelos nossos avós, e como verá posteriormente, não somente para emagrecer mas também para diversos outros propósitos. Até mesmo a indústria cosmética estuda os benefícios dessa castanha para a pele.

Relacionado ao emagrecimento, podemos listar as propriedades da castanha da índia como:

3% de proteína
19% de fibras (as fibras são muito úteis para emagrecer)
64% de gorduras boas, que trabalham beneficamente no corpo reduzindo o colesterol ruim e aumentando o colesterol bom
A Castanha da Índia Emagrece Mesmo?
Castanha da Índia Emagrece

Entre as principais características que a castanha da índia ajuda emagrecer estão:

Saciedade
Laxante
Diurético
Metabolismo funciona melhor
Melhora a Circulação Sanguínea
Ter uma circulação sanguínea ruim faz com que as células acumulem mais toxinas do que o normal, pois a troca de oxigênio do sangue para células diminui. Com isso, as células ficam sem ar e se acumulam entre si, formando a celulite. E para fazer voltar ao normal demora bastante, e justamente nesse sentido que a castanha da índia ajuda.

Melhorando a circulação sanguínea, principalmente das veias que são responsáveis na coleta das toxinas da células, o metabolismo de uma forma geral trabalha melhor. Dessa maneira, você verá uma melhor significativa na celulite e também irá diminuir o seu peso. E também por esse motivo da circulação, é muito indicado o uso da castanha da índia para varizes.

Castanha da Índia – Indicações
Além de emagrecer, é indicado o uso da castanha da índia para varizes, para acabar com a celulite, melhorar a circulação sanguínea, hemorroida, dores nas pernas, insuficiência crônica venal, eczema, inchaço por má circulação, úlceras varicosas, dermatite, cólicas menstruais, inflamações na pele, entre outros problemas relacionados principalmente a má circulação.